Blog Top Sites

Pesquisar este blog

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

G O L - Linhas Aéreas

ganhe brindes e amostras gratisnet

EU RECOMENDO !!
- G O L - Linhas Aéreas Inteligentes

visualizar


http://www.youtube.com/watch?v=myq6TDU8vfs

Aeronaves de passageiros: Boeing 737.300 (Configuração: 141 assentos, 06); Boeing 737.700 (Configuração: 144 assentos, 34); e Boeing 737.800 (Configuração: 177 assentos, 53). Encomendas para entrega em curto prazo: 06 Boeing 737.800 (modelo 8EHW). Total de lugares disponíveis simultaneamente: 15.123 (acréscimo de 53,2% em relação a 31.12.2006 quando possuía, disponíveis, 9.870 lugares).
Passageiros transportados em 2008: 15.798.554 (- 22,19%) - aproveitamento pago de 66%.
Passageiros transportados em 2007: 20.306.538 (+ 27,06%) - aproveitamento pago de 67%.
Passageiros transportados em 2006: 15.981.022.
BOEING 737.83N (PR-GIC), DA GOL, NO AEROPORTO INTERNACIONAL DE 
SALVADOR, EM 07 / MAIO / 2005 - Crédito: Carlos A. Morillo Doria            A Gol Linhas Aéreas é empresa low cost low fare (baixo custo, baixa tarifa) do Brasil. Pertence ao Grupo Áurea que é constituído por 38 empresas e sob a direção do empresário Constantino de Oliveira Júnior, herdeiro do império.
            A empresa possui seus moldes na empresa norte-americana Jet Blue, que visa o mercado de quem viaja a negócios mas deseja qualidade e preço baixo. Tudo isso é possível por causa das reduções dos custos. Terceirizou tudo, do atendimento em terra à manutenção.

             A Gol operava em 60 cidades em dezembro de 2007 contra 51 em fevereiro/2007, 39 em meados de 2005, 33 em setembro de 2004 e 14 em outubro de 2001. Em 2005 a GOL iniciou suas rotas internacionais com vôos para a Argentina (Buenos Aires) e em dezembro de 2007 já atendia a nove cidades no exterior (América do Sul e Central).
            A filosofia da Gol está conquistando os passageiros de grandes companhias, pois além de oferecer preços em média 25% mais baixos que as demais empresas nacionais, possui uma equipe qualificada e preocupada no bem estar do passageiro. O serviço de bordo não é sofisticado - em alguns trechos são servidos apenas sanduíches frios, barra de cereais, snacks, refrigerante e água. Em 2005 a GOL transportou, segundo dados da ANAC, 11.439.468 passageiros, voou 155.461 horas, voando 85.919.869 quilômetros à uma velocidade média 553 km/hora, se tornando assim a segunda maior transportadora doméstica, atrás da TAM, e superando a VARIG, inclusive.  
            A venda das passagens se dá através da internet, via telefone, balcões da empresa e em agências de turismo. Foram banidos os papéis (bilhete), o passageiro necessita ter apenas o código da reserva para fazer o check-in. Além disso a empresa presta um serviço muito interessante que é o sistema "dê seu lance", podendo arrematar passagens bem mais baratas - através do site da empresa. Em 2004 a companhia apresentou um lucro líquido por ação em 2004 de R$ 2,14 no mercado acionário brasileiro e de US$ 1,46 no norte-americano (ADS). No ano (2004), a taxa média de ocupação das aeronaves foi de 73,3%, 6,7 pontos percentuais a mais do que em 2003. A Gol terminou 2004 com disponibilidade de caixa de R$ 849,09 milhões, contra R$ 142,29 em 2003 - 480% a mais. Já em 2006 o lucro da Gol apresentou crescimento de 61,2% em 2006 sobre 2005. Nos 12 meses de 2006, a Gol teve um lucro de R$ 684 milhões. O desempenho positivo se deu mesmo com a queda de um Boeing 737-800 e o aumento de custos com o caos nos aeroportos no final de 2006. A Gol teve lucro líquido de R$ 193 milhões no quatro trimestre do ano passado, quando a crise no sistema de controle de vôos brasileiros atingiu seu ápice. O resultado representa um crescimento de 27,7% sobre o mesmo período de 2005. A receita operacional líquida, entretanto, teve um crescimento de 23,2% no quarto trimestre e atingiu R$ 1,012 bilhão. Já os custos e despesas operacionais avançaram 42,7%, para R$ 951,62 milhões. O resultado operacional da empresa registrou queda de 60,9%, para R$ 60,4 milhões, compensado pelo aumento do resultado financeiro líquido (positivo em R$ 156,2 milhões) e pelo resultado não-operacional (R$ 22,953 milhões).
Boeing 737.700 (Série 73V), prefixo PR-GIN, fotografado em 
02.03.2008, levantando voo do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo 
(SP).            Em 2006 a GOL transportou 15.981.022 passageiros, sendo 14.855.367 em rotas domésticas e 1.125.655 em rotas internacionais. Em 227.768 horas de vôo foram percorridos 130.079.809 quilômetros a uma velocidade média de 571 km/hora e teve um lucro de R$ 684,47 milhões. Em 2007 esse lucro caiu para R$ 286,53 milhões, principalmente em função das despesas com sua nova controlada, a VARIG. Em 2007 foram transportados 20.306.538 passageiros, sendo 17.817.468 em rotas nacionais (+ 19,93%) e 2.489.070 em rotas internacionais (+ 121,12%). Em 317.914 horas de voo foram percorridos 175.358.668 quilômetros a uma velocidade média de 552 km/hora.
            Desde o final de 2008 a GOL reestruturou seu plano de frota visando aliar a renovação de suas aeronaves ao crescimento disciplinado de sua oferta, que contribui para redução dos custos de manutenção. Dos 92 pedidos firmes com a Boeing para entrega entre 2009 e 2014, foram redistribuídas as entregas de 20 aeronaves originalmente previstas para 2010 e 2012 para o período entre 2011 à 2014.

            Cabe lembrar que a GOL realizou reorganização societária das suas subsidiárias GTA e VRG, e desde outubro/08 opera com as duas marcas reunidas em uma única companhia. Desta forma a Gol vem eliminando rotas sobrepostas e reduzindo o quadro de funcionários administrativos, na tentativa de cortar custos e assentos para aumentar a taxa de ocupação de suas aeronaves e a rentabilidade da operação. Eliminou também todas as rotas de longo curso, focando as operações nas rotas domésticas e para a América Latina onde apresenta melhor desempenho. Com a eliminação das rotas sobrepostas, abriu espaço para a criação de vôos para locais ainda não atendidos, e que poderão lhe garantir ganho de market share. Por outro lado, fica a dúvida se estes destinos apresentam demanda suficiente para serem rentáveis.
            A GOL fechou 2008 com os seguintes números: 15.329.489 passageiros transportados, com taxa de ocupação de suas aeronaves de 66%, 218.795 horas voadas, 139.589.272 km voados, velocidade média de suas aeronaves de 638 km/h, 257.094.349 toneladas quilômetros de carga transportada e 161.004 voos realizados. O Grupo GOL/VARIG é o segundo maior do país e o terceiro da América Latina após a Lan (Chile) e TAM. No final de 2009 a GOL conseguiu a liberação, junto a bancos europeus, pagando a Libor mais 2,75% ao ano, de cerca de US$ 150 milhões em recursos para garantir seus investimentos para 2010.

            Desde 04 de outubro de 2009 a GOL passou a fazer voos regulares para a Venezuela e Aruba utilizando os novos Boeing 737.800 com capacidade para 177 passageiros. Em 01.10.2009 a GOL tinha valor de mercado estimado em R$ 4,085 bilhões segundo a empresa de consultoria econômica Lopes Filho.
BOEING 737.800 (Série 8EH), prefixo PR-GTC, fotografado no 
Aeroporto Tancredo Neves (Confins), Belo Horizonte (MG), em 27.09.2009
BOEING 737.800 (Série 8EH), prefixo PR-GTC, fotografado no Aeroporto Tancredo Neves (Confins), Belo Horizonte (MG), em 27.09.2009


Aeronaves em atividade na companhia
MODELO
MODELO
PREFIXO
N� DE
S�RIE
DATA DE
ENTREGA
LUGARES (*)
OBSERVA��ES
Boeing 737.700
7EHW
PR-GEA
37595
18.09.2009
144 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGA
35063
22.12.2007
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGB
35064
01.02.2008
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGD
34275
25.04.2008
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGE
35824
15.07.2008
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGF
35826
12.12.2008
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGG
36566
21.02.2009
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGH
36147
10.04.2009
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGJ
35825
30.01.2009
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGK
35065
04.04.2008
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGL
36148
08.05.2009
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGM
36149
05.06.2009
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGN
35827
14.08.2009
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGO
35828
18.09.2009
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGP
35829
30.10.2009
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGQ
37596
03.12.2009
183 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGR
36150
03.12.2009
183 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGT
35830
13.12.2009
183 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGU
37597
28.12.2009
183 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGV
37598
01.01.2010
183 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGW
37599
03.02.2010
183 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGX
36596
08.02.2010
183 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGY
35831
25.02.2010
183 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GGZ
37600
sem dados
183 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
83N
PR-GIB
32348
28.04.2005
184 + 6

Boeing 737.800 com winglets
83N
PR-GIC
32576
30.03.2005
184 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8BK
PR-GIE
33027
21.04.2006
187 + 6

Boeing 737.700
73S
PR-GIF
29076
25.05.2006
144 + 6

Boeing 737.700
73S
PR-GIG
29077
24.06.2006
144 + 6

Boeing 737.700 com winglets
76N
PR-GIH
32743
30.11.2005
144 + 5

Boeing 737.700
7L9
PG-GII
28011
17.03.2006
144 + 6

Boeing 737.700
7L9
PR-GIJ
28012
08.03.2006
144 + 6

Boeing 737.700
7Q8
PR-GIK
28224
30.11.2006
144 + 6

Boeing 737.700
7Q8
PR-GIL
30635
06.10.2006
144 + 6

Boeing 737.700
73V
PR-GIM
30238
22.12.2006
144 + 4

Boeing 737.700
73V
PR-GIN
30242
25.11.2006
144 + 4

Boeing 737.800 com winglets
85FW
PR-GIO
30477
22.12.2006
184 + 4

Boeing 737.800 com winglets
85FW
PR-GIP
30571
08.04.2007
184 + 6

Boeing 737.800 com winglets
86N
PR-GIQ
28616
17.02.2007
184 + 6

Boeing 737.800
8Q8
PR-GIR
28213
15.12.2006
184 + 6

Boeing 737.800
809
PR-GIT
28403
08.08.2008
189 + 6

Boeing 737.800
809
PR-GIU
29103
27.09.2008
189 + 6

Boeing 737.800
86N
PR-GIV
28578
12.09.2008
184 + 6

Boeing 737.800
86N
PR-GIW
28575
27.09.2008
184 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8Q8
PR-GIX
30636
03.05.2009
178 + 6

Boeing 737.300
322
PR-GLN
24379
13.03.2006
144 + 4

Boeing 737.300
322
PR-GLO
23952
13.06.2006
141 + 4

Boeing 737.300
322
PR-GLQ
24247
22.04.2006
141 + 4

Boeing 737.700
7L9
PR-GOA
28005
22.12.2000
144 + 6

Boeing 737.700
75B
PR-GOB
28099
11.01.2001
144 + 6

Boeing 737.700
75B
PR-GOC
28101
11.01.2001
144 + 6

Boeing 737.700
75B
PR-GOD
28105
20.12.2000
144 + 6

Boeing 737.700
75B
PR-GOE
28106
20.12.2000
144 + 6

Boeing 737.700
76Q
PR-GOF
30273
19.05.2001
144 + 5

Boeing 737.700
76Q
PR-GOG
30275
14.08.2001
144 + 5

Boeing 737.700
76N
PR-GOH
32440
29.09.2001
144 + 5

Boeing 737.700
76N
PR-GOI
32574
25.10.2001
144 + 5

Boeing 737.800
sem dados
PR-GOK
sem dados
13.03.2002
184 + 6

Boeing 737.700
7L9
PR-GOL
28004
22.12.2001
144 + 6

Boeing 737.700
76N
PR-GOM
28613
08.02.2002
144 + 5

Boeing 737.700
76N
PR-GON
30051
12.02.2002
144 + 5

Boeing 737.800
8BK
PR-GOP
30621
27.09.2002
184 + 6

Boeing 737.700
sem dados
PR-GOQ
sem dados
24.10.2002
144 + 5

Boeing 737.700
76N
PR-GOR
33380
21.11.2002
144 + 5
Adquirido novo
Boeing 737.800
8BK
PR-GOT
30625
27.11.2002
184 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.700
7Q8
PR-GOU
28219
31.01.2003
144 + 5

Boeing 737.700
76N
PR-GOV
28580
14.05.2003
144 + 6

Boeing 737.700
76N
PR-GOW
28584
18.02.2003
144 + 5

Boeing 737.700
7K9
PR-GOX
28088
15.03.2005
144 + 4

Boeing 737.700
7K9
PR-GOY
28089
03.02.2005
144 + 4

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTA
34474
29.06.2006
184 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTB
34475
18.06.2006
184 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTC
34277
31.08.2006
184 + 6

Boeing 737.800
8EHW
PR-GTE
34278
22.09.2006
184 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTF
34279
30.09.2006
184 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTG
34654
12.10.2006
184 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTH
34655
31.10.2006
184 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTI
34280
11.11.2006
184 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTJ
34656
21.11.2006
184 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTK
34281
01.12.2006
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTL
34962
28.03.2007
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTM
34963
20.04.2007
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTN
34267
10.07.2007
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTO
34964
27.07.2007
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTP
34965
10.08.2007
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTQ
36146
28.08.2007
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTR
34966
11.09.2007
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTT
34268
24.10.2007
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTU
34269
24.10.2007
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTV
34270
30.10.2007
187 + 6
Adquirido novo
Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTY
34273
18.12.2007
187 + 6

Boeing 737.800 com winglets
8EHW
PR-GTZ
34274
21.12.2007
187 + 6

Boeing 737.700
73V
PR-VBH
30239
29.11.2009
144 + 4

Boeing 737.700
73V
PR-VBI
30246
19.02.2009
144 + 4

Boeing 737.700
73V
PR-VBO
30247
27.02.2009
144 + 4

Boeing 737.700
7BX
PR-VBW
30739
07.02.2009
144 + 4

Boeing 737.700
7BX
PR-VBX
30738
18.04.2009
144 + 6

(*) LUGARES PARA PASSAGEIROS + LUGARES PARA COMISS�RIOS DE BORDO
CURIOSIDADE:

Qual a capacidade do tanque de combust�vel dos avi�es Boeing 737 utilizados pela Gol?
Por comandante Fernando Rockert de Magalh�es (vice-presidente t�cnico da GOL).
"O sistema de combust�vel dos grandes jatos � um verdadeiro espet�culo da engenharia. Em cada modelo de aeronave, diferentes combina��es de tanques, tubula��es e bombas armazenam e e transportam o combust�vel at� os motores. Nos casos dos nossos Boeing 737 NG, s�o tr�s tanques de combust�veis, um em cada asa (capacidade de 4.876 litros cada)  e outro central, na barriga do avi�o (capacidade de 16.273 litros). Portanto, a capacidade volum�trica total � de impressionantes 26.025 litros! Como o querosene de avia��o - combust�vel utilizado - � menos denso do que a �gua, o peso desse combust�vel � de 20.896 quilos. Com os tanques cheios, a autonomia pode chegar a nove horas. Contudo, na maioria dos voos, n�o � necess�rio ench�-los completamente. Em voos mais curtos, somente os tanques das asas s�o abastecidos. Quando h� necessidade de mais autonomia, o tanque central tamb�m � utilizado. Cada tanque conta com duas poderosas bombas para levar o combust�vel at� os dois motores do 737".
FONTES: Base de dados do Portal Brasil/GOL/Aeromuseu
 
Postar um comentário

Postagens populares

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

ganhe AMOSTRAGRATISNET